Uma Lição de Vida entre Pai e Filho.

Hoje partilho contigo uma história que me chegou por e-mail e que reflecte uma parábola muito interessante entre pai e filho.

Um dia o pai chegou a casa tarde como era costume após um longo dia de trabalho. Vinha cansado, o dia tinha sido muito stressante e encontrou o seu filho de 5 anos à espera na sala.

Pai, posso-te fazer uma pergunta? – perguntou o filho depois de cumprimentar o pai.
Sim filho. – respondeu o pai.
Quanto é que tu ganhas à hora? – perguntou o filho num tom curioso.
Porque é que queres saber isso? – respondeu o pai num tom agressivo.
Oh, diz lá quanto é que ganhas à hora? – perguntou novamente o filho num tom doce.
Ganho 15€ à hora. – respondeu o pai muito irritado.
Será que me podes emprestar 7,50€? – perguntou o filho com um sorriso.
Pensas que isto é assim!? Eu não te vou emprestar dinheiro nenhum. Ainda és muito novo para isso. – respondeu o pai irritado.
- Desculpa pai. – respondeu o filho triste e desapontado.

Entretanto o menino despediu-se do pai e foi para o seu quarto.

O pai sentou-se na sala e começou a pensar na situação. Após alguns minutos e já mais calmo, resolveu ir ao quarto do filho perguntar o porquê de lhe ter pedido o dinheiro.

- Eu estive a pensar e fui muito duro contigo. Tive um dia cansativo acabei por soltar o meu stress sobre ti. – disse o pai.
- Não faz mal pai. Eu compreendo. – respondeu o filho.
- Como sei que és responsável e raramente me pedes dinheiro, aqui tens os 7,50€ que pediste. – entregou o dinheiro na mão do filho.
- Obrigado pai. – gritou o filho entusiasmado.

Após um forte abraço entre os dois e alguns sorrisos o filho levanta a almofada, tirou algumas moedas e começa a contar o dinheiro.

O pai viu que o filho já tinha algum dinheiro escondido e começou a irritar-se novamente.

- Porque é que querias mais dinheiro se já tens algum!? – gritou o pai.
- Porque eu não tinha que chegue. – respondeu o filho a sorrir.
- Não tinhas que chegue para quê!? – perguntou o pai irritado.

O filhou olhou para o pai e respondeu num tom decidido :

- Eu agora já tenho 15€. Posso comprar uma hora do teu tempo? Podes chegar a casa uma hora mais cedo amanhã? Eu gostava muito de brincar contigo.

O pai a chorar pediu desculpa ao filho e abraçou-o.

Já pensaste se o mesmo se passa contigo?

Dá importância e passe mais tempo com aqueles que amas, pois são esses preciosos momentos que te vão fazer sorrir todos os dias.

+
Tem um dia fantástico!

Categories: Motivação

14 dicas para uma melhor apresentação PowerPoint. » « As Urgências do Ensino.

5 Comments

  1. Diogo, vou partilhar! Abraco

  2. Obrigado Manuel. :)

    Abraço!

  3. Já tinha ouvido esta historia, mas nunca é demais relembra-la :). O Tempo é realmente a coisa mais preciosa que temos, e a melhor forma de o passar é junto daqueles que amamos e que precisam de nós.

    1 Abraço :)

  4. Totalmente de acordo! Assim a vida permita e noos queiramos! Abraco

  5. O tempo é um dos bens mais precioso do Homem, mas infelizmente o Homem a cada dia o "vende" mais barato e o desperdiça em coisas sem proveito.

    Obrigado Manuel e Gonçalo. :)

    Abraço!

Deixar uma resposta

Your email address will not be published.

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Copyright © 2014 motivo.me

Theme by Anders NorenUp ↑